ARTIGO: Obsessão Espiritual – O Mal do Século

obsessorAllan Kardec, o codificador do espiritismo, em seu livro ”O Evangelho Segundo o Espiritismo” define obsessão como ”ação persistente que um mau espírito exerce sobre um indivíduo. Apresenta características muito diferentes que vão desde uma simples influência moral – sem sinais exteriores perceptíveis – até a perturbação completa do organismo e das faculdades mentais”.

Sem dúvida alguma, sua definição sobre obsessão espiritual é muito precisa, pois está em perfeita sintonia com o meu trabalho em TRE (Terapia Regressiva Evolutiva) – A Terapia do Mentor Espiritual (ser desencarnado de elevada evolução espiritual, responsável diretamente pelo nosso crescimento espiritual) – método terapêutico de autoconhecimento e cura criada por mim em 2006. Desde então, já conduzi mais de 15 mil sessões de regressão de memória, onde essa enfermidade da alma responde por 90% da causa primária dos problemas de meus pacientes.

Aproveitando-se do estado de invisibilidade, o obsessor espiritual – ser desencarnado das trevas – exerce sua ação nociva no obsidiado (paciente), manipulando seu campo de energia de diversas formas possíveis e inimagináveis aos olhos de um encarnado, usando armas espirituais (artefatos fluídicos, portanto, não detectáveis por nenhum aparelho médico terreno sofisticado como a ressonância magnética), parasitas, energias semeadas, chegando a criar doenças graves no encarnado com febres, inflamações, dores e outros sintomas orgânicos, confundindo assim o raciocínio clínico do médico, dificultando um tratamento adequado e eficaz.

Sem exagero de minha parte, a obsessão espiritual como uma enfermidade da alma em suas diversas manifestações (mais que a hanseníase, o câncer ou a Aids) é, sem dúvida alguma, o mal do século, um flagelo da humanidade. Mas, lamentavelmente, pelo fato de muitos médicos, psiquiatras e psicólogos terem uma visão puramente organicista, materialista do ser humano, não o vêem de forma integral (mente, corpo e espírito).

Assim, negam a existência da obsessão espiritual, considerando somente as causas orgânicas e psicológicas na gênese dos problemas dos pacientes.

Por isso, os manicômios e consultórios psiquiátricos estão cheios de enfermos da alma, que sofrem assédios dos seres espirituais das trevas, e estão sendo tratados equivocadamente com remédios antipsicóticos de forma indiscriminada e psicoterapia convencional que lida apenas com o psicológico. A meu ver, a psicanálise e a psiquiatria não conseguem fazer mais progressos por se manterem afastadas, recusando-se a levar em conta a realidade da vida espiritual dos pacientes, pois faltam-lhes o conceito reencarnacionista, isto é, a pluralidade da alma.

A TRE(Terapia Regressiva Evolutiva) – A Terapia do Mentor Espiritual 
por ser uma terapia de vanguarda, buscar unir a ciência com a espiritualidade, fator imprescindível no processo de cura do enfermo.

Foto: reprodução

Anúncios

2 comentários em “ARTIGO: Obsessão Espiritual – O Mal do Século

Os comentários estão encerrados.