Trabalhador da luz

Quero expressar minha profunda gratidão ao Pai Maior e à Espiritualidade que me ajudaram a colocar o meu trabalho ao alcance de muitos; quero expressar também minha profunda gratidão a você, querido (a) leitor (a), que vem acompanhando os meus artigos – muitos desde 2001-, e aos meus pacientes que depositaram confiança em meu trabalho.

O meu propósito ao escrever em meu site pessoal www.osvaldoshimoda.com é espalhar ideias para tornar a vida do ser humano melhor de ser vivida. Eu me considero, assim como outros, um pontinho de luz ajudando o Pai Maior a transformar esse lindo Planeta.

Como trabalhador da luz, a serviço da luz, um terapeuta em TRE (Terapia Regressiva Evolutiva) – A Terapia do Mentor Espiritual – método terapêutico de autoconhecimento e cura criado por mim – busco ser um auxiliar, um facilitador da abertura de comunicação entre o paciente e o seu mentor espiritual (ser desencarnado de elevada evolução espiritual, responsável diretamente pela nossa evolução espiritual) para que este possa orientá-lo melhor acerca da causa de seu (s) problema (s), bem como as aprendizagens necessárias.

Após ter conduzido mais de 20.000 sessões de regressão, posso afirmar com muita alegria e satisfação que inúmeros pacientes foram beneficiados com as sábias orientações de seus mentores espirituais.

No entanto, em função de minha saúde e por recomendação médica reduzi a minha carga horária de trabalho. Desta forma, preparei cuidadosamente um terapeuta de confiança (ele fez a formação nessa terapia comigo) para os atendimentos em meu consultório.

Por isso, estou comunicando aos meus queridos leitores e pacientes, que Odair Campos – é o nome dele -, um médium e dedicado terapeuta, está atendendo diariamente em meu consultório.

Que a Luz do Altíssimo e a Luz dourada de Cristo iluminem o coração de todos!

Atenciosamente,

Osvaldo Shimoda
Veja a seguir, o caso de uma paciente atendida pelo terapeuta Odair , que veio ao nosso consultório querendo saber por que somente se realizava, sentia prazer, quando vinha à mente cenas com muito sofrimento (abandono, perdas, pensamentos suicidas, homicidas, estupros, violência).

 

 

 

Caso Clínico:


Por que me realizo, sinto prazer, ao ver cenas com muito sofrimento?

Mulher de 30 anos, casada, dois filhos.

A queixa dessa paciente era uma só: sempre quando ia dormir vinham cenas tristes de abandono, de sofrimento, perdas, pensamentos suicidas, homicidas, estupro, violência, enfim, tudo o que era de ruim. No entanto, sentia-se aliviada quando as cenas vinham em sua mente, chorava muito, e depois dormia, mas não entendia o porquê daquilo.

Era uma mulher bonita, bem sucedida, casada, com dois filhos, porém, só se realizava quando imaginava cenas com muito sofrimento.

Nas duas primeiras sessões de regressão, ela sentiu muito frio e dores intensas na cabeça, muito choro, um choro de muita dor. Foi muito cansativo para a paciente, pensou até em desistir da terapia.

Mas 15 dias após a segunda sessão, ela voltou à terapia dizendo que estava muito deprimida, pois as cenas que ela visualizava à noite, agora também ocorriam durante o dia, quando dirigia, e quando estava no trabalho; com isso, estava com medo de ficar louca.

As dores de cabeça que sentia também afetaram Odair, o terapeuta, que estava cuidando de seu caso. Após ele conduzir o relaxamento, a paciente começou a se contorcer, levou sua mão ao pescoço gritando: – Estão apertando meu pescoço, meu Deus, não consigo respirar! Com muita calma, Odair perguntou à paciente: – Quem está apertando o seu pescoço?
– Vejo um homem (obsessor espiritual), falou a paciente, quase sem voz.

– Seja firme, peça para que ele pare, pergunte-lhe por que está fazendo isso? Fale que você quer ajudá-lo.

– Ele diz que sou uma pessoa muito ruim, que destruí muitas famílias numa vida passada, portanto, causei muito sofrimento. Fala que eu vejo aquelas cenas de sofrimento e me sinto relaxada, aliviada. Isso é uma prova do quanto não tenho coração, que continuo sendo uma pessoa ruim. (pausa).

– Eu não entendo, as cenas que visualizo antes de dormir realmente me fazem bem, mas me incomoda essa sensação de prazer que sinto.

– Pede para ele se identificar?

– Ele diz que me acompanha há duas vidas, isto é, desde que tirei a vida de seus familiares, envenenando-os. Diz ainda que gosta que eu sinta aquelas sensações que me dão prazer, ou seja, as cenas horríveis que vêm à minha cabeça, pois quer que eu fique louca, que eu mate alguém.
A paciente confessa que essas cenas horríveis de estupros, assassinatos, suicídios podem chocar às pessoas “normais”, mas, a ela não, pois são cenas normais para ela; porém, diz que não gosta de sentir isso, que a incomoda não se condoer com essas cenas.

– O que você vê agora? – Pergunta Odair.

– Vejo muita gente… São as pessoas que matei nessa vida passada, sinto tudo o que elas sentem. Subitamente, a paciente desatou a chorar dizendo: – Sinto muito, me arrependo imensamente por tudo o que fiz a essas pessoas… Não quero mais sentir essas coisas ruins, me perdoem, por favor! (paciente chora copiosamente). O que posso fazer para ajudá-las? – Ela perguntou a seu obsessor espiritual.

Ele respondeu: – Só o fato desse arrependimento que você agora está sentindo de coração, por si só irá melhorar a sua culpa, mas você precisa também ajudar às pessoas, fazer alguma coisa para amenizar o sofrimento alheio. (pausa).
A paciente relata que agora estava vendo uma luz azul levando todas aquelas pessoas, e o seu obsessor espiritual lhe diz: – Vou embora, mas estarei de olho em você para ver se realmente vai cumprir a sua parte. É uma chance que vou te dar.

– Obrigada, muito obrigada, não vou decepcioná-lo! – diz a paciente, chorando.
Após o tratamento, recebemos o e-mail da paciente dizendo que não estava mais vendo aquelas cenas ruins, e que se sentia muito feliz trabalhando como voluntária em uma maternidade.
 

 

Anúncios

4 comentários em “Trabalhador da luz

  1. Eu sempre fui uma pessoa que sempre gostei muito de saber mais sobre o espiritismo sempre vou as reuniões de bezerra de Menezes e mim cinto muito bem. Mais de ums tempos pra cá eu estou precizando de muitas resposta tudo na minha vida nao esta dando certo perdi meu salão perdi minha clientela que eu tinha fiquei triste pelos os quantos e nao consigo monta meu salão de novo estou perdendo tudo aos poucos ate a minha alta estima por favor mim ajuda o que devo fazer obrigada.

    Curtir

Os comentários estão encerrados.